Compartilhe



NEVOEIRO E DINÂMICA ATMOSFÉRICA – UMA CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO SOBRE OCORRÊNCIAS DE NEVOEIRO NO AERÓDROMO DA ACADEMIA DA FORÇA AÉREA – PIRASSUNUNGA/SP PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Escrito por Equipe Fakeclimate   
Sex, 09 de Janeiro de 2015 20:23

O objetivo desta pesquisa é o estudo da dinâmica climática e dos tipos de tempo

responsáveis pela gênese de nevoeiro no aeródromo da Academia da Força Aérea - AFA,

localizado na região de Pirassununga/SP,  nas coordenadas 21º59’07” S, 47º20’06” O e

altitude 600 m. Foi aplicada a metodologia de análise rítmica proposta por Monteiro (1971),

ao período de maior ocorrência do fenômeno – abril, maio, junho e julho -, durante três anos-

padrão (habitual, excepcional de alta ocorrência e excepcional de baixa ocorrência). Na

primeira parte deste trabalho foi realizada a estatística descritiva das ocorrências de nevoeiro e

a caracterização de sua distribuição temporal durante de 20 anos (1989 a 2008). A escolha dos

anos-padrão foi realizada por técnicas estatísticas aplicadas ao período de maior ocorrência do

fenômeno. A segunda parte do trabalho consistiu  na aplicação da análise rítmica aos anos

escolhidos como padrão para o aeródromo - 2003 (habitual), 2008 (excepcional de alta

ocorrência) e 2005 (excepcional de baixa ocorrência). Como resultado, constatou-se que os

tipos de tempo geradores de nevoeiro ocorreram, preferencialmente, sob o domínio da Massa

Polar Atlântica. Sequências de tipos de tempo desencadeadas após a passagem da Frente Polar

Atlântica ou do domínio da Massa Polar Atlântica com Linha de Instabilidade contribuíram,

também, para a gênese de nevoeiro no local.

Download (14MB)